MISSIVA À ESMO LAR CORAÇÃO

Amar quem nos ame, ninguém é obrigado a Amar ninguém,...

Quando deixei de ser Saudade

Eram 2:30 da manhã, de uma quinta qualquer, poderia ser...

E se vendessem cápsulas de felicidade?

E se vendessem cápsulas de felicidade? Não falo de...

Reflexão: Consumir e ser consumido o homem produto de si

Somos produto de uma sociedade doente por consumo, onde...
MISSIVA À ESMO LAR CORAÇÃO

MISSIVA À ESMO LAR CORAÇÃO

Amar quem nos ame, ninguém é obrigado a Amar ninguém, porém o eco do afeto ressoará eternidade na sintonia dos dias corações, amar é um desprender-se suave, pois o amor sobrevive a distância, a ânsia e acolhe quando casa, ser casa, é mais que o verbo casar, é...

Quando deixei de ser Saudade

Quando deixei de ser Saudade

Eram 2:30 da manhã, de uma quinta qualquer, poderia ser hoje, ou amanhã, ou quando der, como sempre o silêncio me fala absurdos que gosto de ouvir a noite, hora me comovem, hora me movem a ser rio para de manhã ser pedra... Somos feitos de carne mas temos que viver...

E se vendessem cápsulas de felicidade?

E se vendessem cápsulas de felicidade?

E se vendessem cápsulas de felicidade? Não falo de Rivotril ou Ritalina, nem uma outra droga no mercado, falo de cápsulas de satisfação, que satisfaça a tristeza e o tesão. Seria um sucesso! Mas perguntar me carece o que sou eu sem minha dor? Se a falta que me leva ao...

Transbordamentos: Ser feliz necessita Coragem

Transbordamentos: Ser feliz necessita Coragem

Ser feliz necessita coragem... Virar do avesso, tentar caminhos! É preciso certa dose de loucura para se curar da felicidade que esperam de nós. A felicidade encaixotada. O medo de dar errado é a derrota com outro nome. Posso ir para o sul, para o norte. Sigo o...

Notas sobre o Tempo: Desacelerar para saber onde chegar

Notas sobre o Tempo: Desacelerar para saber onde chegar

É incrível como nos surpreendemos em como o tempo parece passar mais rápido no decorrer dos anos, na verdade, o tempo não está a passar mais rápido, nós que andamos ausentes demais à vida. Somos programados desde de muito cedo para produzir, sermos produtivos na...

HAIKAI (DOS CICLOS)

HAIKAI (DOS CICLOS) Partir, Repartir-se, Parto ao natural. (Anderson Delano Ribeiro)

QUIMERA

QUIMERA   Não era a face da aurora Perdida no espaço tempo dos teus olhos   Talvez o reflexo luminoso Da tua alma refrescasse Meus versos...

BOCAQUIUSA

BOCAQUIUSA     Boca, fresta oca, Que usa o sopro Em potência e som,   Boca, que usa toda, uma lascívia fremente em bailar   Língua ao céu...

MEU CANTO

MEU CANTO   Hoje minha voz amanheceu sonora, corri de Bemol até Lá e busquei no Sol uma luz cristalina e límpida, sem Dó, sonhei sem dor...

DA MORTE

DA MORTE   Da morte o beijo suave Um sopro sereno Um canto sussurrado   Da paz que transgride os ossos O perfume das rosas A festa dos...

BACANAL

BACANAL     Tenho preguiça de discussões, tantos e pífios "discursões", que se perdem ao léu de Fidel ao quartel,   em uma dita pura...

NA SACADA POSSO VER O SILÊNCIO

NA SACADA POSSO VER O SILÊNCIO   Na sacada posso ver o silêncio, ouço o riso do vento inflamando meu peito, a cidade segue a produzir aço,...

SENSO

SENSO   Sem cura para vaidades, Sem culpa, para as verdades, Censura essa Boca? Secura à voz rouca! Sem sua lisa pele repele o mal,...