NO DIA EM QUE OS PASSARINHOS CANTARAM
 
 
No dia em que os passarinhos
cantaram.
Eu jurei ser poesia,
Todo amor que me cabia,
 
Eu jurei por ti seria!
Que de amor eu viveria,
Por amor pra vida inteira,
Quem diria verdadeira
 
A promessa no banquinho,
Era anjo ou passarinho?
Festejaram num amém…
 
Mas teu voo fez-te embora,
E dos campos fui além,
A poesia que hoje chora,
Passarinha por ninguém…
 
(Anderson Delano Ribeiro)
Anderson Delano

Anderson Delano

Graduando em Psicologia pela UFF, poeta, músico, apaixonado por arte, design, nerdices e pela Psiquê.

MAIS SOBRE O AUTOR
TODOS OS POSTS

Pin It on Pinterest